Facebook Google Pluss
Tiago Splitter Brasil Mundial de Basquete Turquia

O Brasil vestiu verde em sua estreia no Mundial da Turquia, cor que simboliza uma palavra que não sai da cabeça dos jogadores: a esperança. A campanha para tentar resgatar a tradição do país no cenário internacional, no entanto, começou de maneira lenta. O Irã, que só não queria perder por mais de 50 pontos, acabou fazendo o jogo da vida e complicando a da seleção no primeiro tempo. A coisa só começou a engrenar na volta do vestiário, quando a defesa apertou os rivais e o ataque colocou a cabeça no lugar. Jogando para o gasto, dever de casa feito: 81 a 65.

A seleção volta à quadra neste domingo, às 15h30m (de Brasília), com transmissão do SporTV, para enfrentar mais uma seleção limitada, a Tunísia, que perdeu para a Lituânia na estreia para a Eslovênia por 80 a 56. No outro jogo do grupo B, os EUA massacraram a Croácia por 106 a 78.

O cestinha brasileiro no sábado foi Guilherme Giovannoni, que começou como titular na vaga de Anderson Varejão, lesionado. O ala anotou 17 pontos e pegou sete rebotes. Tiago Splitter foi bem com 13 pontos, mesma marca de Leandrinho. Marcelinho Huertas anotou 10 e ainda distribuiu nove assistências. Pelo Irã, o pivô Hamed Hadadi comandou as ações com 16 pontos e nove rebotes.

0 comentários:

Notícias Editadas

DESCRIÇÃO-AQUI.